“Big Insights” são uma realidade para as empresas que investem em tecnologia e podem agregar muito valor ao negócio! Descubra o porquê!

4559

Big Data: Insights que pode trazer para os negócios

O ano 2018 se iniciou e com ele uma nova caminhada para vencer desafios nas empresas. Como os negócios evoluem, é natural que a cada etapa as companhias procurem também mais e mais adaptar suas ferramentas e estratégias para ganhar maior competitividade e solucionar problemas em torno de custos e/ou produtividade.

Nesse ponto, mais uma vez nos chama atenção um fator: o trabalho em torno do gerenciamento, proteção e uso de dados para ganhar maior agilidade, inteligência e assertividade na tomada de decisões.

É preciso saber onde estão as oportunidades, as principais ameaças e riscos, os pontos fortes e fracos das equipes e da operação e assim por diante para entender como melhor conduzir os esforços para gerar maior valor.

Big Insights — O que é esse conceito? 

Já falamos aqui, por exemplo, como BI pode ser útil na crise. E como esse recurso, enfim, possibilita a geração de insights extremamente relevantes para a gestão e também para o time comercial.

Envolto nesse universo está também o Big Data.

De acordo com o Gartner, por exemplo, US$ 3,7 trilhões serão investidos em TI mundialmente em 2018. E são os chamados softwares corporativos — e de análise de dados — que puxarão essa realidade, com crescimento estimado de 9,5% neste ano e de 8,4% no próximo, totalizando U$ 421 bilhões.

Com isso ganham as empresas que utilizam todo o potencial oferecido por tais meios para favorecer seus negócios.

Big Insights, portanto, se refere a todo e qualquer lapso de ideia aplicável para melhorias, criação de diferenciais e evolução positiva que possa vir da correta análise de um conjunto de dados que a empresa reúna e que lhe permita tomar uma decisão mais acertada, com base em verdadeiros indicadores para os negócios.

Desse modo, pode ser amplo o volume, a variedade e a velocidade desses insights (bem como a maneira de se obtê-los por meio de dados importantes):  quer sejam eles relacionados ao mercado em geral, ao comportamento dos consumidores, à aceitação de produtos, ao desempenho de equipes e assim por diante.

Rápida visualização de dados e maior governança permitem utilizar insights da maneira correta

Utilizar os insights da maneira correta pressupõe entender e identificar, dentro da ferramenta, quais informações dizem algo valioso e útil e em que ocasião elas podem ser aplicadas em melhorias e evolução ou aprimoramento contínuos.

Por meio de rápida visualização de dados, gráficos, tabelas, dashboards, enfim, a empresa consegue ter uma visão muito maior, mais rápida e organizada de sua conjuntura para conseguir agir em tempo hábil.

É possível ainda utilizar relatórios estatísticos como base para tomar uma decisão (de mudança em determinado serviço, equipe ou produto, por exemplo), e depois extrair novos dados ou mesmo “cruzá-los” após a implementação de alguma medida, para comparação de resultados e sucesso.

Isso é, agregar inteligência à operação com base em informações estruturadas e reais para descobrir momentos mais oportunos para se agir de determinada maneira, remanejar recursos, lançar um novo produto, desenvolver um novo app, investir em novas formas de comunicação, em treinamentos, em novas ferramentas e assim por diante — o que precisar para solucionar um problema que os dados apontem ou potencializar um esforço que ele indique como certo.

Como, afinal, todos esses insights inteligentes podem fazer a diferença?

Por fim, é evidente o modo como Big Insights auxiliam as companhias a obterem maior destaque.

Agindo com embasamento em números e percepções mais apuradas de sua operação e do impacto dela em seu público-alvo, por exemplo, a empresa consegue investir mais adequadamente nos que mais ofereçam possibilidade de retorno e atuar na correção de problemas que, sem o auxílio de ferramentas de análise de cenários, dificilmente conseguiria até mesmo detectar.

Com ações mais certeiras e constante fornecimento de relatórios estatísticos a respeito da mensuração de resultados a empresa consegue garantir melhor gestão de seus recursos, budget e também aumento do ROI.

Adaptar a abordagem de vendas e ações de marketing ou ajustar os SLAs também é uma possibilidade com o uso de Big Data. Não à toa fala-se de já de Data Driven Marketing, um conceito que leva em consideração a utilização de Big Data para criar campanhas mais certeiras e entregar conteúdos e abordagens mais adaptados, o que possibilita um retorno muito maior das ações de marketing realizadas.

E então, sua empresa já utiliza soluções de Big Data para alavancar ainda mais o sucesso do negócio? Ficou com dúvidas ou deseja obter ajuda para começar a implementar essa solução? Fale com a Kyros!

Postado por Kyros Tecnologia em 21 fevereiro, 2018


Comentários

POSTS RELACIONADOS