860

Como escolher o melhor fornecedor para gerar inteligência a partir dos dados?

Convictos de que Business Intelligence (BI) pode ser a chave de que suas empresas precisam para abrir portas antes travadas por dificuldades no processamento e análise de dados, gestores estão cada vez mais interessados em encontrar recursos de ponta que satisfaçam esta necessidade.

Para isto, a escolha do melhor fornecedor e a confiabilidade da operação é de extrema importância. Já mostramos em outro material um guia completo para investir em BI. Agora é hora de entender, de uma vez por todas, como partir para o passo definitivo.

Pensando nisto, preparamos este post para ajudá-lo a compreender a importância deste momento e o que você deve levar em conta neste investimento!

Vamos lá? Acompanhe a seguir:

Como a inteligência a partir dos dados é fundamental para o crescimento dos negócios?

Má exploração ou compreensão do Data Warehouse frequentemente culminam em um nulo ou mal aproveitamento das informações coletadas sem soluções estratégicas para apoiar a inteligência dos negócios.

É realmente como olhar para um panorama de indicadores com “setas confusas” que, enfim, não mostram nenhum caminho exato. Os dados estão lá, mas falta organizá-los de modo a gerar uma direção. E esta perda de potencial, se não for revertida com ferramentas eficazes, vai emperrar o crescimento.

A partir do momento, no entanto, que se cria mecanismos de cruzamento correta de informações e análise dos novos parâmetros que eles fornecem, a empresa consegue visualizar caminhos antes não figurados, que permitirão inovar ou agir de modo a corrigir problemas e até mesmo potencializar ações que já apresentam determinado resultado mas que ainda podem render mais.

A importância de escolher um bom fornecedor  

Gerar inteligência a partir dos dados é possível e algo muito mais alcançável hoje, graças à existência de diversos tipos de ferramentas que deverão ser escolhidas de acordo com as peculiaridades e perfil dos negócios.

Mas não é uma tarefa tão simples.

Se fosse, as empresas não precisariam de ajuda para decifrar o significado estratégico das informações e agir mediante os dados que acabam reunindo.

Por isto mesmo, a importância de um bom fornecedor é vital, já que tudo começa por entender do que sua empresa precisa e em assim poder prover as soluções mais adequadas.

Experiência no mercado e equipe bastante qualificada contam muito, pois não só deter recursos é importante, como também saber a forma de melhor aplicá-los.

Caso contrário, a empresa corre o risco de novamente investir em ferramentas e tecnologia que ficará lá parada, existindo, mas sem capacidade de gerar resultados por falta de know-how de como operá-la, de como fazer a leitura analítica dos dados ou tirar o máximo proveito das interpretações, ou seja, de como fazê-la funcionar no ritmo da companhia (como já pode acontecer de algum modo).

Acumular tecnologia “ociosa”, já que não reverte conhecimento capaz de favorecer a consolidação de uma verdadeira propriedade intelectual, não é o objetivo.

A intenção é gerar inteligência, fazer algo realmente útil com ela,  e, para isto, um fornecedor especializado, antenado com as principais tendências do mercado e pronto para aplicar as práticas mais ajustadas em seus negócios, faz toda a diferença.

É necessário contratar com base no verdadeiro conhecimento de Business Intelligence apresentado e no desenho de uma consultoria que de fato se interesse em mapear e trabalhar por sua empresa, mostrando ter a capacitação para isto.

Resultados refletidos em maior crescimento e em melhorias na gestão dos recursos.

Outro ponto altamente determinante para o sucesso ou fracasso de uma empresa é a sua gestão de recursos. Melhorias neste sentido também resultam em muito crescimento.

Um fornecedor também atua na predisposição e apresentação das ferramentas para que isto aconteça.
Análise de dados realmente eficazes apontarão tanto o que é interesse para explorar em termos de mercado quanto o que é preciso arrumar/melhorar dentro do próprio ambiente.

Faz parte da inteligência empresarial não só atuar com dados em favor da tomada de medidas estratégicas com foco na performance externa como também gerenciar bem e mudar para melhor o aproveitamento interno (que consequentemente reflete em tudo), com base no que os dados sinalizam.

É (ou deveria ser sempre), aliás, uma de suas facetas.

A empresa fornecedora além de ter profissionais capacitados nas ferramentas, também deverá ter equipe de cientista de dados com mínimo de experiência no assunto a ser trabalhado no cliente para poder criticar e fazer sugestões nos projetos do cliente, agregando valor e resultado no investimento através das experiências em outros projetos.

Um bom fornecedor deve levar isto em conta:

Evitar desperdícios e perseguir oportunidades ao mesmo tempo (ou, melhor ainda, atingi-las, ainda que sejam únicas!), ganhando destaque em relação aos concorrentes e sustentabilidade para os negócios por meio do uso diferenciado e certeiro dos dados.

Logo, soluções completas e operadas por quem realmente entende e se interessa pelo cenário de sua empresa é fator decisivo.

E você, já conhece toda a estrutura que a Kyros oferece para atender seus clientes em diversas condições de negócios e ajudá-los a crescer?

Envie-nos uma mensagem e solicite um contato comercial totalmente focado nas necessidades!

Postado por Kyros Tecnologia em 8 fevereiro, 2017


Comentários

[e-Book] Guia completo para investir em BI

POSTS RELACIONADOS