7964
Como usar o Big Data para aumentar as vendas

O termo Big Data está em alta dentro das organizações. Ao seu lado aparecem outras expressões importantes, como Machine Learning, Data Analytics e Business Intelligence. Todos eles podem alavancar os resultados do time comercial ao melhorar as estratégias de marketing.

O marketing desempenha um papel cada vez mais decisivo nas empresas. Desde o desenho das ações até a satisfação do cliente, a equipe de marketing está presente e precisa trabalhar com estratégias consistentes e bem definidas.

Para que esse planejamento estratégico traga resultados, é fundamental usar relatórios completos e inteligentes. E isso reflete diretamente no aumento das vendas.

Confira nesse artigo o que é Big Data e a importância de investir em BI dentro das companhias, independentemente do seu tamanho ou segmento de atuação.

O que é Big Data?

O termo Big Data refere-se à interpretação e ao estudo de grandes volumes de informações que são bastante variadas. Ou seja, o Big Data analisa esses dados e chega a conclusões importantes que guiam as estratégias de marketing, por exemplo, dentro de uma organização.

Para que essa análise seja possível com rapidez e assertividade, diante da grande quantidade de informações, é fundamental contar com soluções específicas de Machine Learning e Business Intelligence. Essas ferramentas permitem trabalhar com dados não-estruturados a uma grande velocidade.

Um estudo da Evans Data Corporation apontou que, atualmente, seis milhões de desenvolvedores ao redor do mundo estão trabalhando com Big Data e soluções avançadas de data analytics. 

A pesquisa IDC Digital Universe Study revelou que, até 2020, 1,7 megabytes de dados serão criados a cada segundo para cada pessoa no planeta.

Esses números reforçam a importância da análise de dados e de como essas informações podem impactar no planejamento estratégico das organizações.

Um dos segredos para o sucesso do uso de Big Data e Data Analytics está na seleção do fornecedor de BI. Existem hoje no mercado uma série de empresas de tecnologia que oferecem esses serviços. 

Conheça as soluções de cada, o suporte prestado e como elas podem atuar como uma verdadeira parceira dos clientes.

Quais tipos de análises de dados existem no Big Data?

Com o uso do Big Data é possível realizar três tipos de análises nas empresas. Cada uma delas possui as suas características e decidir a melhor para cada momento depende do objetivo do negócio.

Confira quais são elas:

Análises descritivas

Essas análises mostram o que aconteceu no passado, mas não explicam como ou por que determinado fato aconteceu dessa forma. As análises descritivas também não deixam claro o que pode ser modificado para o futuro. Como o próprio nome indica, elas descrevem o que ocorreu.

Análises preditivas

Esse tipo de análise costuma ser mais útil, uma vez que utiliza esses dados do passado ​​para modelar possíveis resultados futuros. Por exemplo, o departamento de marketing pode simular um aumento de 20% nos preços e analisar como essa decisão afetará as vendas.

Análises prescritivas

As análises prescritivas trazem ainda mais vantagens ao Big Data, porque usam técnicas de otimização ou testes AB para mostrar aos gestores e colaboradores as melhores maneiras de realizar suas tarefas ou quais decisões tomar em cada cenário.

Em linhas gerais, as análises prescritivas apontam um caminho a seguir e indicam quais as ações ideais para que determinados objetivos sejam alcançados, como ganho de eficiência e produtividade, maior satisfação do cliente ou melhor integração entre processos e áreas.

Quais são as vantagens do Big Data para marketing e vendas?

1. Tomada de decisão facilitada: Os dados e informações fornecidos, ao serem analisados, contribuem para que os gestores fiquem mais confiantes e tomem decisões mais assertivas.

2. Análise da informação em tempo real: Plataformas de Business Intelligence fornecem dados em tempo real e permitem realizar projeções e estudos a partir de informações atualizadas naquele momento.

3. Entendimento real do público: O Big Data fornece dados reais da audiência e permite conhecer a fundo características importantes do comportamento dos clientes e público-alvo.

4. Identificação de tendências: Cruzando e analisando esses dados é possível descobrir tendências, as quais podem tornar-se decisivas para a confecção de um novo produto ou serviço, para uma ação de marketing ideal ou para uma abordagem de vendas certeira.

5. Mensuração de resultados: Com as informações em tempo real e o uso de ferramentas completas, medir os resultados alcançados e fazer previsões para os próximos meses torna-se muito mais fácil e rápido.

6. Reduzir custos: Com todos esses benefícios, os times de marketing e vendas ganham produtividade e conseguem, de fato, focar seus esforços em ações que geram resultados para a companhia. Dessa forma, vê-se uma redução dos gastos em outras plataformas e também em outras atividades que não são primárias para a organização.

Como usar o Big Data para marketing e vendas?

Diversas ações podem ser adotadas no planejamento estratégico a partir do Big Data e do Data Analytics para alavancar os resultados de marketing e vendas:

  • Criação de buyer personas mais próximas da realidade;
  • Desenvolvimento do mix de produtos ideal;
  • Campanhas publicitárias mais eficientes;
  • Precificação certeira;
  • Potencialização das vendas cruzadas;
  • Inovação focada em resultados;
  • Desenvolvimento ou adaptação de produtos e serviços;
  • Melhor direcionamento do time de vendas para atuação no mercado.

E todas essas ações irão contribuir para o crescimento da empresa e um melhor desempenho e agilidade dos times comerciais e de marketing, o que refletirá também na performance dos demais departamentos.

Agora que você já conhece todas as vantagens de apostar em Big Data e como ele pode alavancar os departamentos comerciais e de marketing, baixe nosso guia completo para investir em BI e comece a colocar tudo isso em prática.

Postado por Kyros Tecnologia em 27 maio, 2020


Comentários

POSTS RELACIONADOS