7927
Segurança de dados e computação em nuvem: qual a relação?

A segurança de dados é uma das maiores preocupações das empresas atualmente, independentemente do seu tamanho e segmento de atuação. Com um volume cada vez maior de informações ao seu alcance, as companhias precisam encontrar formas de armazenar tudo isso sem colocar em risco estes dados. Neste cenário, a computação em nuvem ganhou força como uma grande aliada.

Esse tema conquistou ainda mais espaço desde 2018, com a aprovação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), a “GDPR brasileira”, que estabelece normas para a coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais.

Com a entrada em vigor da Lei, o modo como as empresas captam, armazenam e utilizam dados de seus clientes, tanto no meio on-line quanto off-line, é afetado.

A realidade é que muitas empresas, desde pequenos negócios até companhias de grande porte, não têm uma estrutura de segurança tão boa quanto as organizações que oferecem produtos de computação em nuvem. Essas empresas, muitas delas gigantes do mercado com anos de experiência em segurança de dados, possuem ferramentas especializadas e soluções integradas.

E com o avanço da tecnologia, a cloud (nuvem em inglês) surgiu como uma excelente opção para as companhias que procuram segurança em todas as etapas de tratamento das suas informações.

Confira neste post as vantagens da computação em nuvem para a segurança dos dados da sua empresa. Aproveite a leitura!

Quais são os controles de segurança da computação em nuvem?

A computação em nuvem é um grande diferencial para a segurança de dados devido aos controles apresentados. Confira abaixo quais são eles e suas vantagens para as empresas.

1.           Controles dissuasivos

Também chamados de controle de determinações, os controles dissuasivos têm como objetivo diminuir os possíveis ataques e o nível de ameaça contra um sistema na cloud. Outro benefício é que esse tipo de controle informa potenciais invasores de que consequências podem ser aplicadas caso eles sigam adiante com o ataque.

A atuação desses controles reduz o número de ataques aos dados armazenados na nuvem. Isso reflete não somente em mais segurança para as organizações, mas também reduz os investimentos necessários para reverter o quadro sempre que uma ameaça torna-se realidade.

2.           Controles Preventivos

Esse tipo de controle busca eliminar e reduzir possíveis vulnerabilidades, além de fortalecer o sistema contra incidentes. Como o próprio nome já indica, ele trabalha na prevenção de problemas.

Um exemplo de controle preventivo é a forte autenticação dos usuários na cloud. Isso diminui os riscos de que usuários não autorizados tenham acessos aos dados e aos serviços na nuvem.

3.           Controles Corretivos

Os controles corretivos, por sua vez, procuram diminuir as consequências e limitar os estragos de um incidente. Esse tipo de controle entra em ação durante ou depois de um acidente.

Como exemplos de controle corretivo tem-se o ato de restaurar backups de um sistema a fim de restabelecer um processo que foi comprometido.

Como tornar a computação em nuvem realmente segura?

A segurança na nuvem passa por algumas etapas fundamentais dentro das empresas para garantir a sua efetividade. De nada adianta simplesmente migrar os dados para a cloud se a companhia com um todo, com seus departamentos e colaboradores, não estiver preparada.

Entre as principais práticas a serem adotadas neste momento estão:

Estratégia e Política:

É muito importante que a política e a estratégia da organização estejam alinhadas com esse novo cenário de computação em nuvem e defendam a segurança de dados como um dos seus pilares.

Dessa forma, todos os departamentos estão por dentro desses conceitos e conhecem a sua importância. Isso torna mais fácil adotar boas práticas no seu dia a dia.

Segmentação de rede:

Essa é uma estratégia bastante usada em empresas de todos os tamanhos e segmentos para proteger suas informações de ataques.

Por meio dela, é feita uma divisão da rede em seções para facilitar a concessão e o controle de acessos de acordo com perfis de usuários e suas necessidades de trabalho.

Gerenciamento de identidade e acesso privilegiado:

Com a segmentação de rede, é possível gerenciar os acessos dos usuários e definir quais membros da equipe podem ter acesso privilegiado.

Isso reduz as chances de erros cometidos pela equipe e outros riscos, pois cada membro do time acessa apenas os dados que necessita para realizar seu trabalho.

Descobrir e integrar instâncias e ativos na nuvem:

Outro grande benefício da computação em nuvem para a segurança de dados é a sua alta capacidade de integração dos dados.

A informação é um dos ativos mais importantes das companhias. Ao integrar instâncias, torna-se mais fácil fazer a gestão de todos esses dados e garantir a sua segurança.

Autenticação de usuário e gerenciamento de acesso (criptografia):

A criptografia é uma importante ferramenta que a computação em nuvem agrega para a segurança de dados.

Graças a ela, é possível acompanhar tudo que está sendo feito com aquelas informações, além de permitir que somente as partes autorizadas possam acessá-las.

Auditoria:

Garantir a conformidade da cloud aos princípios da empresa e também à legislação de cada país é fundamental. Uma forma de fiscalizar isso é por meio de relatórios de auditores.

De tempos em tempos é importante realizar auditorias nos processos, configurações e acessos para confirmar que tudo está funcionando bem e reduzir riscos.

Monitoramento:

Na nuvem, o acesso aos dados precisa ser monitorado periodicamente para garantir que as pessoas certas estão acessando as informações ali armazenadas.

Todas essas práticas são importantes para que as vantagens da computação em nuvem sejam aproveitadas e a segurança de dados reforçada dentro das organizações graças às novas tecnologias e possibilidades por elas oferecidas.

Agora que você já sabe a importância da computação em nuvem para a segurança de dados dentro das empresas, que tal começar a investir em nuvem? Se você ainda está em dúvida, confira no nosso blog os questionamentos mais comuns e suas respostas para tomar a melhor decisão.

Postado por Kyros Tecnologia em 8 abril, 2020


Comentários

POSTS RELACIONADOS