A tecnologia de RPA vem mudando a agricultura de precisão, e trazendo inovações para esse setor também! Veja e entenda melhor o processo!

6892

Automação no campo: como RPA vem transformando a agricultura de precisão?

A tecnologia de RPA – Robotic Automation Process tem trazido diversas possibilidades para as empresas desenvolverem negócios e atividades, potencializando-as, com simplificação de processos e melhor rendimento nas operações.

Hoje iremos falar como esse conceito é representado no campo. O agronegócio é um importante eixo da economia e da sustentabilidade, podendo se beneficiar dessa tecnologia na administração e operacionalização de suas atividades.

Entenda melhor como o RPA pode contribuir:

Entendendo o desafio

A agricultura, dentro ou fora do Brasil, passa por diversos desafios, dependendo da localização em que a atividade é feita, a distribuição, forma de plantio do produto e até mesmo da cultura da empresa que neles investe.

Existem desafios ligados à produtividade, às atividades mecânicas ou manuais, ao enfrentamento de dificuldades em períodos de sazonalidade (temperatura, condições climáticas).

Isso pode gerar impasses que prejudicam a área. Abaixo alguns deles:

  • Investimentos altos para grandes perdas de plantio.
  • Prejuízo na qualidade.
  • Falta de inovação e pensamento a respeito de melhores práticas que ajudem a manter o potencial de atendimento a mudanças de demandas, como populacionais ou regionais.
  • Falta de controle e eficiência, afetando o investir em novos produtos, ampliando sua capacidade de atendimento ou o desenvolvimento (econômico e “geográfico”) da região.
  • “Gargalos” de custo na agricultura, o que pode impedir de oferecer um produto “melhor” e mais acessível ao público consumidor.
  • Elevação de preços em períodos de demandas pontuais, como oscilações na safra, o que pode prejudicar o mercado.
  • Problemas no desenvolvimento sustentável, com atividade “mal supervisionada”.

Desafios na questão do plantio, preparação adequada e ágil de solos, aplicação das técnicas corretas e também seleção de sementes e grãos completam ainda a lista de itens.

Tudo isso pode influenciar no rendimento que a atividade tem. Também na competitividade que encontra no mercado, sem se esquecer da responsabilidade social e ambiental envolvidas.

Hoje a chamada agricultura de precisão parece obter crescimento, à medida que os produtores notam essa situação.

De acordo com informações divulgadas do Ministério da Agricultura, aliás, o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) deste ano (2019) deve atingir R$ 597,8 bilhões, 1,4% acima do obtido em 2018, o que mostra um setor promissor.

Benefícios de utilizar RPA no campo

Uma possível solução para tudo isso poderia estar na inserção de tecnologia que ajudasse o produtor a controlar melhor seus processos, programar ações e utilizar melhor os recursos disponíveis, sem desperdícios.

RPA, nesse sentido, pode contribuir para diminuir falhas e demora na execução do processo de plantio e colheita, ajustando melhor o tempo que o produtor tem para completar o ciclo de obtenção de seus produtos.

Processos controlados, do começo ao fim, e atividades automatizadas, que permite a execução e verificação em tempo real de cada etapa, o que também pode diminuir a perda de qualidade.

Um grão ou semente selecionado no tempo certo, pode render produtos com características formidáveis. Do mesmo modo, programação e utilização correta de informações auxiliam na conectividade e comunicação, e agrega mais produtividade às equipes envolvidas ou ajuda o gestor a tomar decisões no campo facilmente.

O modelo de automação agropecuária, logo, tem se mostrado uma alternativa para que o produtor tenha maior gerenciamento de processos nessa prática.Inovar nesse setor é uma resposta aos desafios mais comuns e também os novos que podem futuramente surgir.Mudanças vêm sendo feitas, como a substituição de algumas etapas, que exigem muito manuseio e trabalho humano, por automações.

Tecnologia e conhecimento aperfeiçoa a produção, trazendo vantagens como:

  • Controle.
  • Maior ciência de fenômenos que podem influenciar a atividade no campo.
  • Identificação de alterações no processo de plantio.
  • Rapidez na seleção de produtos.
  • Evitar perdas.

A respeito do que vem sendo feito, a Kyros, trabalha com o Agroeyes, um produto focado justamente nas necessidades que este campo apresenta, contribuindo para projetos no agroindustrial.

E então, trabalha com esse setor e está curioso para entender melhor como essas tecnologias podem te ajudar, mapeando e atuando sobre suas dificuldades?

Aproveite para entender mais sobre como uma plataforma automática de classificação e análise de grãos pode te ajudar a atingir maior rapidez e precisão na atividade e em suas análises, ampliando o controle e a qualidade dos produtos que oferece!

Postado por Kyros Tecnologia em 22 maio, 2019


Comentários

Agende uma apresentação gratuita da plataforma automática de análise de sementes

POSTS RELACIONADOS