6739

Por que investir em um app na nuvem? Saiba tudo!

Já falamos um pouco aqui no blog da Kyros sobre a importância dos serviços em nuvem para que as empresas consigam ter maior custo x benefício em uma série de tarefas e momentos da TI para o negócio.

Outro ponto, contudo, que merece destaque quando o tema é esse é justamente o desenvolvimento de apps utilizando-a também.

Além de poder armazenar suas informações em um data center baseado em cloud, substituindo no todo ou em partes os tradicionais servidores físicos para atender às demandas dos clientes internos e das áreas de negócio, o que otimiza espaços, consultas e tempo, assim, agilizando a comunicação de equipes e utilização dos dados até mesmo em tempo real ou a longas distâncias.

A empresa pode contar com aplicações desenvolvidas para seus usuários finais com base no modelo. Ou seja, os clientes também podem utilizar apps que você disponibiliza em nuvem.

Isso confere maior competitividade e, muitas vezes, possibilidades mais amplas para entregar utilidade e segurança a eles.

Mas, para entender melhor, afinal, por que vale a pena investir em um app na nuvem?

Confira a seguir os principais motivos e fique atento:

Economia (dinheiro, armazenamento e esforço) e resultados satisfatórios

Partindo do desafio que é ajustar orçamentos, planejar e definir um bom escopo de projeto de app (um software, no caso) que tenha boa adesão e utilidade no mercado, uma das principais vantagens de investir em um app na nuvem é a economia.

E por isso entende-se não somente menor gasto, quer seja com servidores dedicados, backups ou maior segurança de hardware, mas também maior eficiência no pacote de serviços por um método que custa bem menos.

Utilizando a nuvem sua empresa não gastará com servidores físicos, conseguindo centralizar em um só local (a cloud, no caso) todas as operações, monitoramento e configurações do programa disponibilizado e reduzir o “inchaço de dados” acumulados em hardware, inclusive tendo maior facilidade na hora de implementar melhorias e atualizações quando necessário.

Maior confiança e facilidade no gerenciamento

Como citamos, outra vantagem é a maior facilidade na gestão dos recursos. Com um app na nuvem, a empresa consegue escolher o tipo de nuvem que irá usar, de acordo com sua disponibilidade e necessidade.

Outra característica é que ela, aliás, não precisa exclusivamente contar com um único tipo de nuvem, podendo também optar pelo uso da chamada nuvem “híbrida” (que mescla recursos e espaço gerenciados por uma nuvem pública e uma privada, contratada, no caso, por uma empresa para que toda a estrutura de dados permaneça em local individualizado).

Dependendo do modelo com o qual a empresa trabalhe, em um ou outro momento do negócio, ela pode optar pelo modelo mais indicado ou aproveitar um insight e oportunidade de negócio, sem precisar alterar toda sua infraestrutura para implementar.

Sincronização e engajamento

Na sequência, podemos citar também as notórias taxas de engajamento que os apps na nuvem demonstram quanto à utilização de seus usuários. São exemplos de alguns deles o Facebook (rede social) e Instagram ou o Dropbox e o Google Drive, sendo que, segundo um estudo “Global Digital 2019, o Facebook é liderança global nesse quesito, enquanto no Brasil destaca-se o Youtube (com 95%), seguido do Facebook (90%) e Whatsapp (com 89%).

Além da possibilidade de compartilhar informações, esses últimos permitem o trabalhar dos dados em uma série de projetos e documentos em diferentes formatos, sendo bastante úteis para trabalho.

No caso de apps na nuvem, é utilizada a chamada “segurança cibernética” (especialmente para ciber espaços, troca de informações pela rede) e muitas vezes criptografia, como no caso de apps de conversa. Isso ajuda a diminuir os índices de problemas com utilização inadequada, além de haver também recursos adicionais, a depender do sistema, para aumentar a proteção inclusive contra sequestro de dados.

O sincronismo entre vários apps ou programas diferentes, mas convergentes em muitas atividades (como no caso da utilização via smartphones), também auxilia em maior disponibilidade da informação para utilização quando necessária, dando ao usuário a liberdade de executar suas tarefas com eles a partir do local em que estiver, a qualquer momento.

Assim, não importa de onde tenha parado ou em qual máquina tenha executado as últimas ações em determinado documento. O usuário ou outro membro de equipe, mediante as configurações de acesso presentes, consegue retomar o projeto com facilidade e dar andamento.

Fase de testes

Por fim, os testes com um app em nuvem também podem ser otimizados, já que há maior simplicidade em engajamento e obtenção de medidores importantes com relação a essa aceitação dos usuários.

Com o app em nuvem, testar o desempenho de diversas interfaces em diferentes dispositivos (já que há maior mobilidade e disponibilidade com ele – ver como o app se comporta em funcionamento em um tablet, em um smartphone e em um computador) e agir muito mais prontamente no aperfeiçoamento do serviço desenvolvido.

E então, sua empresa já pensou em investir em um app na nuvem? Precisa de ajuda para tomar as melhores decisões e realizar o melhor projeto? Fale com a Kyros, solicite um contato comercial e saiba por onde começar agora mesmo!

Postado por Kyros Tecnologia em 27 fevereiro, 2019


Comentários

Infográfico: Uma visão geral do cenário de ti

POSTS RELACIONADOS