Existem soluções para todos os perfis de empresa, apresentamos então as principais ferramentas de desenvolvimento, suas característica e indicação.

772

Conheça as melhores ferramentas para o desenvolvimento de sites

No passado, quanto à capacidade de compreender textos escritos, as pessoas se dividiam entre leitores e analfabetos. O analfabetismo, apesar de ainda existir, hoje é grupo reduzido, mas um termo semelhante, atualmente é usado para distinguir as pessoas hábeis para lidar com a tecnologia digital dos “analfabetos digitais”, ou seja, pessoas totalmente inaptas para interagir com o mundo digital.

O livro impresso, vem dando lugar ao livro digital, as lojas físicas ao comércio eletrônico, as cartas manuscritas ou impressas aos e-mails, endereços físicos das empresas e instituições às URLs de websites (endereços eletrônicos). Cada vez menos, as pessoas ligam ou vão fisicamente às empresas, pois é mais cômodo enviar um Whatsapp ou visitar o website dela. O ritmo das mudanças está cada vez mais acelerado!

Os “sem teto”, sob a ótica empresarial são os “sem site” no mundo virtual, e aqueles que não se estruturarem e se capacitarem às mudanças, tornarão parte de um passado, somente lembrado pelos saudosistas.

Já é imprescindível a uma empresa, que sua “sede virtual” seja muito agradável e convidativa aos seus clientes, que reflita o que seu público procura, que seja facilmente administrável, que seja facilmente localizável através dos principais buscadores (Google, Baidu, Bing, Yahoo!, …), que fale a língua que seu cliente fala, que apresente conteúdo segmentado e que tenha uma estrutura bem preparada para suportar as intempéries do ciberespaço. Para este intuito, propomos que você conheça algumas das principais ferramentas do mercado para este segmento.

Existem soluções para todos os perfis de empresa, apresentamos então alguns tipos e uma seleção de opções de cada tipo, e uma delas, ou algumas combinadas, deve atender bem à estrutura e cultura da sua empresa/organização:

Sistemas de gerenciamento de Conteúdo (CMS – Content Management System)

Este tipo de aplicativo normalmente é o mais adequado à criação de WebSites corporativos ou de intranets para a grande maioria das empresas de médio e grande porte, pois se presta a facilitar o gerenciamento de conteúdo de forma bem estruturada, permitindo criar, alterar, remover e publicar conteúdo de forma simples e organizada, minimizando ou mesmo eliminando a exigência que uma equipe de TI realize esta tarefa. O conteúdo pode incluir qualquer tipo de conteúdo WEB, como textos, áudios, imagens, vídeos e documentos.

Um CMS permite à uma empresa total controle sobre o conteúdo do seu site, sem a dependência de terceiras ou de uma área de TI para isto.

Em seguida apresentamos exemplares de CMS aptos a atender diferentes segmentos.

#1 Drupal

O Drupal é uma plataforma de desenvolvimento, de código aberto, bem flexível, auxiliando na criação desde um blog simples até um framework poderoso, com instalação básica e simples. Seguro no controle de permissões, o Drupal possui estabilidade, compatibilidade e SEO otimizado.

Um ponto de atenção ao escolher o Drupal é a falta de plug-ins gratuitos e temas próprios.

Por ser uma plataforma já consagrada no mercado, de grande escalabilidade e muito estável, a Kyros a recomenda para grandes projetos e para empresas de médio a grande porte, e que não possuam restrições em contar com o suporte da comunidade de usuários.

#2 Joomla

O Joomla é uma ferramenta de código aberto, fácil de usar, e possui uma interface bastante intuitiva. Ao contrário do Drupal, ele fornece uma grande biblioteca de plug-ins e possui opções de extensões.

Entretanto, deve-se atentar a falta de capacidade para SEO e o controle de permissões limitado.

É indicado para quem quer um site padrão (pequenas e médias lojas de comércio). Também tem suporte fornecido por uma grande comunidade de usuários.

#3 Oracle Webcenter Sites

O Oracle Webcenter Sites, é um CMS escrito em linguagem Java e mantido pela Oracle, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo. Fornece o framework de desenvolvimento mais flexível das três. Os próprios gestores das empresas conseguem gerenciar todo o conteúdo na web, por meio de interfaces fáceis e projetadas especialmente para usuário não-técnicos. A plataforma é preparada para dispositivos mobile, conta com um seguro controle de permissões e um dos mais eficientes mecanismos de cache dentre os CMS. Permite a implementação de qualquer tipo de página WEB e de todos os mecanismos de SEO para otimizar a indexação.

É indicado para empresas de grande porte e que precisam de um suporte confiável, 24/7, com SLAs firmados de acordo com as prioridades das ocorrências. Tem um custo elevado de licenças e de projeto, mas com implementação exata da interface planejada.

Sites especializados

Quando o website desejado possui características muito peculiares não fornecidas pelos CMSs, é possível desenvolver as funcionalidades complementares ou mesmo desenvolver o site completamente, do zero. Para isto deve-se utilizar uma linguagem de programação adequada ao desenvolvimento WEB, como Java, PHP ou .NET.

Esta abordagem requer, naturalmente, maiores esforços, investimento e normalmente, mais tempo. No entanto, não fica sujeita às limitações das soluções empacotadas, como os CMSs.

Funcionalidades customizadas, ou desenvolvimento de sites sem um aplicativo base, são recomendadas especialmente para empresas que precisam de funcionalidades que não são encontradas em um CMS pronto.

Para entender o seu negócio, avaliar seus requisitos, selecionar qual ferramenta de desenvolvimento melhor se encaixa às suas necessidades e contornar todos os desafios, é necessário se atentar para escolha de um bom fornecedor.

A Kyros Tecnologia possui 10 anos de experiência em desenvolvimento de sites e portais, utilizando todas as ferramentas listadas acima e alicerçada por profissionais com vasto conhecimento nos diversos segmentos.

Quer conhecer mais sobre as plataformas listadas e como iniciar o desenvolvimento do seu site?

Entre em contato conosco.

Postado por Flávio Nogueira em 21 dezembro, 2016


Comentários

Infográfico: Uma visão geral do cenário de ti

POSTS RELACIONADOS